Montreal Piscinas

Blog

Clarificante e Floculante: qual a diferença entre os dois?

Você provavelmente já deve ter usado um dos dois produtos. Afinal, o clarificante e o floculante fazem parte dos tratamentos mais populares para piscinas. Mas você sabe qual a diferença entre os dois?

Clarificante e Floculante são a mesma coisa?

Na verdade, os dois produtos embora tenham nomes diferentes tem no fim a função de aglutinar micropartículas de sujeira da água. Tanto que, em algumas situações, eles podem ser encontrados em um único produto para o tratamento da sua piscina. A diferença fica no tipo de uso. Quando a água se apresenta sem brilho ou turva por causa de sujicidades é utilizada a dosagem para clarificar. Quando a quantidade de material e sujicidades é maior, utiliza-se a dosagem para flocular.

O clarificante, como o próprio nome já diz, serve para clarear a água. Esse processo ocorre devido aos seus reagentes químicos que consistem em aglutinar os resíduos na superfície da água e transformá-los em flóculos, que nada mais é que pequenos flocos de resíduos que se agrupam e, devido a sua densidade, descem para o fundo da água.

Esse é um dos processos mais comuns e eficazes para deixar a sua piscina limpa, pois o conjunto químico do Clarificante e Floculante age diretamente no tratamento da água, principalmente quando ela se encontra turva, opaca ou esbranquiçada.

Desse modo, esse tratamento é fundamental para garantir que a água da sua piscina esteja sempre cristalina e transparente, pronta para o uso.

Como e quando usar o clarificante e floculante?

De acordo com profissionais especializados em tratamentos de piscinas, o ideal é utilizar o Clarificante e o Floculante uma vez por semana.

Uma dúvida frequente é em relação à quantidade de clarificante que deverá ser usada. Para isso, é recomendado utilizar de 2 a 4 ml para cada 1.000 litros de água. Porém, não se esqueça de sempre consultar o rótulo e conferir as recomendações indicadas.

A aplicação do clarificante e floculante é bem simples. Iremos listar alguns passos para não ter erro. Confira:

  • Adicione o produto em um balde com a água da própria piscina.
  • Espalhe o produto em toda a superfície da sua piscina.
  • Após a sua aplicação, é importante que o filtro da piscina permaneça ligado o tempo suficiente para misturar o produto na água.
  • Deixe a água repousar.

Após a conclusão do processo, você irá perceber o acúmulo de resíduos no fundo da sua piscina, mas não estranhe, eles podem ser removidos facilmente com o processo de filtragem ou aspiração.

É importante ressaltar que durante o tratamento, a piscina não pode ser utilizada. Então, sugerimos realizar o tratamento no final da tarde ou no horário em que você não costuma utilizar a sua piscina.

Se você está na dúvida de qual produto é recomendável para a sua piscina, nós podemos te ajudar! Você pode conferir a nossa lista de produtos clicando aqui.

Gostou desse conteúdo? Então acompanhe as nossas redes sociais para ficar sempre antenado em dicas e informações: Facebook, Youtube, Instagram.