Montreal Piscinas

Blog

Como medir e assegurar os níveis de pH da piscina

Aqui, no blog da Montreal Piscinas, nós falamos bastante sobre o pH, que em seu nome completo, chama-se Potencial Hidrogeniônico. Isso porque deixar os níveis de pH de uma piscina nos valores certos é fundamental para assegurar uma limpeza profunda e a segurança para toda família. Afinal, é o pH que vai contribuir no balanceamento da água e futura ação do cloro.

Em outras palavras, o pH é o poder de concentração de íons de Hidrogênio dispersos na água da piscina, o que determina se a água está ácida (pH abaixo de 7), neutra (pH igual a 7) ou alcalina (pH acima de 7). O seu controle é primordial não só para a qualidade da água, mas também para a durabilidade da piscina e de seus equipamentos como um todo.

Ao longo desse post, vamos esclarecer os motivos e as características que fazem do pH um parâmetro tão importante no tratamento de piscinas. Continue a leitura e aproveite!

Por que medir e assegurar os níveis de pH da piscina?

Se você deseja tratar a água da sua piscina, é necessário se assegurar que o pH esteja entre 7.2 e 7.6, que é o pH da nossa lágrima, ou seja, não irritará os olhos. Além disso, caso você utilize produtos químicos em uma água muito ácida, ou seja, com o pH menor que 7, eles não serão eficientes e seus equipamentos metálicos serão danificados por meio de corrosão da água mais ácida.

Por outro lado, caso a água esteja muito alcalina (pH acima de 7.6), produtos desinfetantes não serão efetivos, a água se tornará turva e, ao invés de corrosão, os equipamentos e tubulações formarão calcários. E, mesmo que agora não esteja ácida e sim básica, os banhistas também poderão sentir irritações nos olhos, pele e mucosas.

O que a alcalinidade tem a ver com o pH?

A alcalinidade corresponde ao total de substâncias na água que podem neutralizar o ácido, mantendo o pH estabilizado por mais tempo. Ou seja, ela é o resultado da presença dos sais provenientes de compostos químicos e de metais.

Em outras palavras, quando esses compostos estão na presença dos ácidos que se formam com a aplicação do cloro, eles funcionam como base e, ao reagirem, alteram o pH. Consequentemente, o pH precisa ser corrigido com frequência. Para que isso não aconteça, o ideal é ter uma alcalinidade da água da piscina na faixa dos 80 a 120 ppm.

Como medir o pH da piscina?

Com a relação entre pH e alcalinidade entendia, podemos voltar ao foco da medição do pH da água da sua piscina.

Em diversas lojas, é possível encontrar kits de medição de pH para piscinas. Seguindo as instruções desse estojo teste você fará a medição e verificará a situação do pH da sua piscina. Essa verificação é relativamente fácil e logo se tornará um hábito de manutenção da piscina. Porém, além de controlar os níveis, é importante sempre acertá-los sempre que necessário e de forma imediata.

Como alterar o pH da piscina?

Caso o pH esteja ácido, você precisará usar um produto chamado Montreal pH+, que tem como principal ingrediente o “Carbonato de Sódio”, um pó branco que tem como finalidade aumentar o pH da água. Agora, se a água da sua piscina estiver alcalina, você precisará do Montreal Redutor de pH.

Antes de usar o produto necessário, é preciso ligar o sistema de filtro para manter a água em circulação, evitando que o químico se concentre em uma só zona da piscina. A melhor forma é adicionar o produto na parte mais profunda da piscina em pequenas quantidades. Espere cerca de uma hora e refaça o teste. Caso tenha que acrescentar mais produtos, faça-o e, depois de 60 minutos, teste novamente. Repita este processo até que o nível de pH volte ao normal e lembre-se de sempre utilizar acessórios preventivos, como luvas e óculos de proteção.

Você também pode utilizar a calculadora da Montreal e garantir sempre a qualidade da sua água.

Os níveis de pH devem ser verificados pelo menos duas vezes por semana. Mas em épocas de maior utilização, essa verificação pode ser diária, assegurando um pH sempre estável.

Ficar atento ao pH da água é questão de cuidar da saúde dos banhistas e economizar. Afinal, quando tudo está nos níveis corretos, equipamentos e acessórios metálicos da piscina não estragam. E lembre-se sempre de aliar a medição do pH aos demais processos de tratamento da sua piscina para mantê-la sempre cristalina e saudável.

É necessário também sempre priorizar produtos de qualidade. Por isso, conte com a linha completa de produtos da Montreal e garanta o tratamento correto para a sua piscina.

Gostou do nosso artigo? Acompanhe essa e outras dicas nas nossas redes sociais: Facebook, Youtube, Instagram.