Montreal Piscinas

Blog

Melhores práticas para o fechamento temporário de piscinas em academias e clubes

Como os demais equipamentos da sua academia ou clube, a piscina também precisa de atenção especial, mesmo quando não está em uso.

É preciso continuar a tratar a água e cuidar dos seus sistemas de aquecimento e bombeamento para que, após um período fechada, os frequentadores possam aproveitá-la.

Para ajudar você nisso, reunimos algumas dicas de manutenção de piscina sem uso em academias e clubes. Portanto, continue a leitura deste artigo e saiba quais são elas.

Como fazer a manutenção de piscina sem uso?

A manutenção de piscina comercial requer um pouco mais de cuidado do que a residencial. Mesmo quando ela não está em uso, é essencial tomar alguns cuidados para prolongar a vida útil e evitar problemas maiores no futuro.

Veja a seguir as principais recomendações:

Desligue os sistemas automáticos da piscina

Qualquer sistema automático de manutenção — como tratamento com ultravioleta ou ozônio — deve ser desligado durante o período de inatividade.

Quem tem um sistema de aquecimento também deve desligá-lo quando a piscina estiver sem uso ou fechar a válvula responsável pela troca de calor e deixar a água esfriar naturalmente. Isso evita o desgaste do seu aquecedor.

Uma vez que o espaço seja reaberto, a piscina deve ser reaquecida de maneira controlada, aumentando 1 °C a cada 4 horas.

Faça a manutenção com os produtos químicos adequados

Sempre que possível, verifique a dosagem de cloro na água, mantendo seu nível acima de 1 mg/l. Isso é fundamental para manter micro-organismos nocivos, como vírus e bactérias, longe da piscina. Aproveite e veja nosso guia completo sobre o cloro na piscina.

Ajuste também o pH da água e a alcalinidade sempre que necessário. Embora o uso de floculante não seja obrigatório enquanto a piscina estiver fechada, é altamente recomendável utilizar os demais produtos auxiliares e corretivos para manter o equilíbrio da água e evitar infestações por algas.

Vale lembrar que a manutenção de piscina usual, com a retirada de sujidades — como pequenos galhos, folhas ou insetos —, deve ser realizada a cada 15 dias.

Mantenha a circulação da água

A circulação da piscina deve ser mantida, pois o movimento da água é necessário para evitar estagnação.

Devido à ausência ou redução de sujeira externa, as bombas podem funcionar com configurações de velocidade mais baixas. Porém, não é recomendado menos de 50% da vazão.

O equilíbrio entre o fluxo do fundo da piscina e o retorno na superfície precisará ser ajustado para garantir o movimento em toda a sua profundidade.

Manutenção de piscina

Regule a temperatura do ar em piscinas fechadas

Em piscinas cobertas ou instaladas dentro de ambientes fechados, é importante regular a temperatura do ar para que esteja de acordo com a temperatura da água e, dessa maneira, evitar condensação.

É essencial que a temperatura do ar seja mantida igual ou acima da temperatura da água da piscina; a umidade também deve ficar em torno de 60%.

E se o custo da manutenção de piscina for alto?

Com o distanciamento social, é possível que clubes e academias sofram com a queda de rendimentos. Dessa forma, caso a manutenção de piscina tenha um custo alto, pode ser necessário buscar outras alternativas.

Nesse caso, siga as recomendações abaixo:

  • faça uma super cloração na água da piscina utilizando 20 g de cloro para cada 1000 l;
  • desligue todos os sistemas automáticos, inclusive os de acionamento de bombas e circulação da água da piscina;
  • verifique semanalmente os níveis de cloro, pH e alcalinidade e faça ajustes, se necessário;
  • para evitar a estagnação completa da água, a circulação pode ser feita semanalmente, apenas durante o período necessário para movimentar todo o volume da piscina. Considere adquirir uma bomba menor e com consumo reduzido para esse período.

Não é aconselhável esvaziar a piscina, a menos que ela seja projetada para ser esvaziada regularmente e existam procedimentos estabelecidos que garantam a segurança e preservem a integridade estrutural.

Como fazer manutenção de banheiras, spas e demais espaços associados à piscina?

Banheiras e spas também merecem atenção durante um período de fechamento. Felizmente, piscinas de spa comerciais são projetadas para serem esvaziadas regularmente.

No caso de um longo período sem uso, eleve o cloro livre para 5 mg/l e mantenha a circulação da água para que ela passe por todo o sistema de tubulação antes de esvaziar a banheira ou spa.

Ao retornar o uso normal, faça a super cloração por pelo menos 1 hora, mantendo o pH da água em 7.

Proprietários e gerentes de academias e clubes não devem se esquecer da manutenção dos outros espaços comuns à área da piscina, como banheiros, vestiários e saunas.

É preciso manter a limpeza quinzenal com produtos específicos, mesmo que não haja uso frequente, para evitar a proliferação de bactérias como a Legionella.

Desde o uso dos produtos químicos adequados até a regulação da temperatura externa, há muito o que considerar na manutenção de piscina em academias e clubes durante o período de fechamento. Lembrando que é importante que os responsáveis utilizem máscaras e luvas durante o serviço.

Gostou dessas dicas de manutenção de piscina sem uso? Então, siga as nossas páginas nas redes sociais — Facebook, Instagram e YouTube — e fique por dentro de todas as dicas para manter a sua academia ou o seu clube impecável!