Montreal Piscinas

Blog

Cloro para piscina: tudo o que você precisa saber

Manter a piscina perfeita para os dias de calor envolve tomar medidas para limpar a água. Assim, ela permanecerá livre de organismos que causam doenças em seres humanos.

A maioria das pessoas sabe que o grande responsável por proporcionar isso é o cloro para piscina. Esse é um dos produtos químicos usados ​​para ajudar a manter sua piscina limpa e permitir que todos a utilizem em segurança.

No entanto, é essencial que os proprietários de piscinas entendam o que é esse produto e como usá-lo adequadamente para ajudar a manter a piscina em boas condições e não prejudicar a saúde dos banhistas.

Pensando nisso, preparamos este artigo completo com tudo que você precisa saber sobre o cloro para piscina. Continue a leitura e saiba mais!

Para que serve o cloro para piscina?

O cloro é um dos principais produtos químicos utilizados no tratamento de piscinas e hidrotanques. É um agente oxidante que promove a eliminação de fungos e bactérias da água.

Sendo assim, é um dos principais agentes usados para desinfecção da água de piscinas.

Devido à natureza ácida, os produtos gerados consomem fungos, bactérias, vírus, protozoários etc. Assim, o cloro limpa a água, o que faz dele o produto ideal para deixar sua piscina cristalina.

O cloro para piscina faz mal à saúde?

O cloro é um dos produtos mais importantes para a limpeza da sua piscina e, portanto, é natural que você se pergunte se ele pode fazer mal à sua saúde, da sua família ou dos seus amigos. A resposta curta é não.

No entanto, se não for usado corretamente, o cloro pode ser perigoso. Uma piscina tratada que registre altos níveis dessa substância (acima de 3 ppm) produzirá aquele cheiro distinto e, possivelmente, irritará a pele se você ficar na água por muito tempo.

Além disso, quando você adiciona cloro à sua piscina, ele reage naturalmente com as coisas que estão na água, como bactérias, suor, urina e outros materiais orgânicos.

É isso que libera o gás que você normalmente perceberia e associaria ao cloro. Com a quantidade adequada do produto, essa reação ocorre, mas o filtro remove com segurança o gás da piscina, deixando a água limpa e cristalina.

Se sua água está azul — embora seja uma cor frequentemente associada a piscinas! —, há uma boa chance de você ter um problema que precisa ser resolvido.

Portanto, para evitar os problemas que o excesso de cloro pode causar, é essencial que você siga as instruções do fabricante do produto que pretende aplicar na sua piscina.

Quais os tipos de cloro para piscinas?

O cloro usado para tratamento de água de piscinas pode ser orgânico ou inorgânico.

O cloro orgânico tem esse nome pois possui em sua composição cadeias carbônicas. É de reação mais lenta no processo de oxidação da carga orgânica presente na piscina, entretanto, forma um estabilizador que permite a sua ação prolongada mesmo com a alta incidência de raios solares.

O cloro orgânico pode ser Dicloro (dicloroisocianurato de sódio) ou Tricloro (tricloroisocianurato de sódio), e é altamente indicado para piscinas em local aberto e com incidência de sol.

Já o cloro inorgânico, por não possuir cadeias carbônicas, reage mais rapidamente com a matéria orgânica presente na água da piscina. Entretanto, ele é menos resistente à radiação solar. Dentre os cloros inorgânicos mais comuns estão o Hipocloríto de Cálcio, o Hipoclorito de Sódio e o Cloro gás.

O cloro inorgânico é indicado para piscinas cobertas e protegidas da luz solar.

Qual o melhor formato de cloro para piscina?

O cloro para piscina está disponível em diversos formatos — tablete, granulado ou líquido —, mas existem algumas nuances das quais você deve estar ciente antes de escolher o melhor para sua água.

Cada tipo possui vantagens e desvantagens, além de diferentes preços e eficácia geral em situações específicas. Vamos dar uma olhada:

Tablete de cloro

Normalmente é usado ​​com um dispensador, o que permite que ele seja liberado na piscina de forma uniforme ao longo do tempo.

Isso faz do tablete de cloro a forma mais fácil de usar e a mais recomendada para a maioria dos donos de piscinas particulares.

O comprimido também pode conter outras substâncias úteis, como o algicida e o clarificador de água, eliminando a necessidade de comprar esses produtos separadamente.

Cloro granulado

O cloro granulado deve ser utilizado no tratamento da piscina sempre dissolvido em água e num recipiente separado antes de ser derramado na piscina.

Sempre colete primeiro a água no recipiente vazio para depois acrescentar o cloro, e nunca o contrário.

Esse produto oferece uma abordagem mais prática, mas também permite um controle menos preciso sobre seus níveis.

Cloro líquido

O hipoclorito de sódio também é conhecido como cloro líquido, sendo uma opção que permite a aplicação direta na piscina. Como possui um nível de pH em torno de 13, é necessário um balanceamento cuidadoso da água, o que pode aumentar os custos.

Essa é uma opção popular para piscinas comerciais e volumosas, porque pode ser rapidamente adicionada em grandes quantidades.

Como usar o cloro para piscina?

Não existe uma fórmula mágica para definir o intervalo de uso do cloro para piscina. A frequência depende da utilidade do local. Piscinas públicas, por exemplo, requerem tratamento diário.

As residenciais podem passar por esse processo entre duas e três vezes por semana. Se o uso for maior, como durante o verão, o intervalo entre as aplicações deve ser reduzido.

Após a aplicação do cloro, é necessário aguardar um período para que ele aja na piscina. Por isso, o ideal é que a aplicação seja feita no fim do dia, depois do período de uso.

Para a limpeza completa, esperar seis horas com a piscina filtrando é o ideal. Quando o cloro for usado como manutenção rotineira, é interessante deixar a piscina filtrando por cerca de duas horas.

Como calcular o cloro para piscina?

Em geral, uma piscina deve conter entre 1 e 3 partes por milhão (ppm) de cloro.

Para calcular exatamente a quantidade necessária para atingir essa proporção, você deve levar em consideração o número total de litros de água que sua piscina tem.

Após calcular o volume da piscina e realizar a medição do teor de cloro presente na água com o Estojo de Teste, siga as instruções da embalagem para saber a quantidade exata de cloro ideal para a sua piscina.

Qual a melhor marca de cloro para piscina?

A Montreal começou, em 1996, como uma distribuidora de produtos para tratamento de piscinas.

Com um crescimento sustentável e o conhecimento adquirido sobre o mercado de produtos químicos para piscina ao longo dos anos, a empresa passou a se dedicar à sua marca e a se industrializar.

Atualmente, a Montreal busca desenvolver tecnologias e produtos — como o cloro para piscina — que tenham um impacto positivo na vida dos seus clientes.

Entre no nosso site agora mesmo e conheça nossa linha de cloro para manter sua água sempre limpa e cristalina!